A força criativa de quem vive situações-limite nos entornos das grandes cidades, é um dos motivos que nos faz acreditar ser possível deslocar-se do centro para uma margem vibrante, contestadora e criativa. Dona de mecanismos próprios de auto expressão para ter sua voz escutada além das bordas sociais e geográficas.

Ao longo de quase seis meses, a programação do 1º Festival Literário Nacional – Diversas leituras & Novos Caminhos (Flin) foi pensada a partir de inúmeras possibilidades no sentido de contemplar, especialmente, o público jovem que vive no bairro de Cajazeiras e no seu entorno. Também haverá uma extensa programação voltada às crianças.

Apresentando nomes representativos da literatura e da música nacionais, além de cineastas, rappers, grafiteiros, slammers, coletivos, poetas, cordelistas e contadores de histórias, cujos trabalhos dialogam com outras linguagens artísticas, o Flin  pretende proporcionar o diálogo e a diversidade como estímulo a um público que, raras vezes, teve a oportunidade de estar frente-a-frente com esses artistas.

 O festival deseja, ainda, despertar a capacidade que o jovem possui para reinterpretar o mundo. Seja estabelecendo novas conexões com a sua realidade cotidiana, ou lhe revelando que a leitura pode ser uma atividade prazerosa e libertadora. Além disso, o Flin vai proporcionar que os jovens sejam protagonistas em seu próprio espaço, estimulando não apenas que eles demonstrem seus talentos, mas também que eles se reconheçam e se inspirem nas trajetórias dos autores convidados.

E mostrar a eles que a página aberta de um livro, um verso, a letra de um rap, uma história em quadrinhos ou o trecho de um filme, podem ser a chave de um caminho jamais imaginado: o de plena realização de quem poderá fazer a diferença no futuro. Logo ali.

Governo do Estado da Bahia 
3ª Avenida, nº 390, Plataforma IV, 1º andar, CAB 
CEP 41.745-005 – Salvador – Bahia
Localização

Exerça sua cidadania. Fale com a Ouvidoria.